quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Ata da 48ª Sessão da 16ª Legislatura da Câmara de Elesbão Veloso - 17-02-2018

 

Ata da quadragésima oitava sessão ordinária da décima sexta legislatura da Câmara Municipal de Elesbão Veloso, Piauí, realizada às vinte horas do dia dezessete de agosto de dois mil e dezoito em sua sede, à avenida Benício Alves, 359, centro, sob a presidência do vereador Gonçalo Portela Moura e com o comparecimento dos senhores vereadores; Aldemar Soares da Silva; Cícero Marcos de Oliveira; Elizeth Gomes Vieira Cavalcante; Fernando Marcos Moura Vilarinho; Flávio José de Moura Neto; graciosa rodrigues de carvalho; Marcos Tácio Lopes de Farias e Paulo Ferreira de França. Havendo número legal o senhor presidente declarou aberta a sessão. Em seguida a secretária da mesa efetuou a leitura da ata anterior que foi aprovada sem observação e por unanimidade dos votos. Expediente do dia: leitura do ofício nº 02/2018 do tribunal regional eleitoral para CMEV; leitura do ofício nº 026/2018 da CMEM para PMEV; leitura do ofício nº 119/2018 da secretaria municipal de saúde para CMEV; leitura de uma sugestão ao projeto de lei nº 005/2018; leitura do convite dos festejos da comunidade alta vista para todos os vereadores. Prosseguindo a sessão, o senhor presidente concedeu a palavra aos vereadores inscritos para a oratória. O vereador paulo frança, falou a respeito da distribuição de água na comunidade baixa do curral, não concorda como está sendo feito, informou que em uma reunião naquela localidade foi discutido e aprovado pelos moradores a indicação de uma pessoa para prestar serviços no poço local e a comunidade se responsabilizaria a assumir os custos, mas, disse que o senhor prefeito entendeu que a pessoa que ficou responsável teria que ser indicada por ele. Enfatizou que com a mudança na forma de distribuição da água a comunidade está passando de dois a três dias sem água, e a prefeitura de Elesbão Veloso mudou as regras dessa distribuição e do jeito que está não atende toda demanda. Solicitou verbalmente ao senhor prefeito para que o mesmo reveja essa situação e que permaneça a mesma pessoa que estava e o horário que vinha atendendo os moradores. Ainda falando sobre falta de água na comunidade tabuleiro grande estar a mais de quinze dias sem água, disse que aquilo que era para ser usado de forma  alternativa usaram de forma contrária, lembrou que no ano de 2011 através da defesa civil do estado foi perfurado um poço e canalizado até a comunidade cabaceiro, e, essa interligação com essas comunidades foram retirados os canos, e esse poço   dava para atender a comunidade como vinha sendo feito, mas  o poço  da localidade carros era sim para ser uma alternativa  e da forma que foi feito não atendeu nem metade da população, e se esses canos tivessem implantados daria para atender toda população, disse que a unidade escolar e as famílias se encontram  sem água. Falou da necessidade de iluminação pública na comunidade citada. A vereadora graciosa rodrigues, falou da importância do ofício enviado ao poder executivo solicitando um local adequado para os carros de som, que seja distante das repartições e residências para que os jovens e simpatizante de paredões de som possa usufruir  deste lazer sem serem reprimidos e sem que seja confiscados seus aparelhos, lembrou que já trouxe  reclamações de famílias que residem em volta do giga bayte sobre o incômodo com os paredões de som, reforçou ainda que não está levantando bandeira para fechar estabelecimento nenhum, pois todos tem direitos de ter seu tipo de trabalho e lembrou que estamos em um país democrático onde devemos respeitar a todos, e se for possível que o prefeito possas destinar um local adequado para esse lazer dos jovens. Pediu informações ao vereador Aldemar se está sendo iniciado serviço de calçamento em ruas indicadas nos pedidos feitos aqui. E agradeceu pelo esclarecimento do vereador paulo, onde explicou que os canos que foram retirados foi para dá seguimento em outros locais, disse que vai procurar informações ao prefeito sobre a questão da falta de água na localidade baixa do curral. O vereador Aldemar Soares, esclareceu para a vereadora graciosa sobre calçamento que em conversa com o prefeito o mesmo informou que estavam aguardando a ordem de serviço, informou que tem mais emendas do senador ciro nogueira e acredita que no começo do ano que vem estará concluindo as ruas solicitadas aqui,  e que tem uma emenda para o ano que vem de um milhão e duzentos mil para asfalto em Elesbão Veloso. Parabenizou o banco do nordeste pelo esforço que faz para aquecer a economia de nossa cidade, pois é sabido que hoje é o banco que mais investe no município com no Crediamigo, agro amigo e outros. Falou da inauguração da energia da localidade boeiro, lembrou que ainda tem muitas famílias que não foram beneficiadas, disse que esteve com um morador da localidade tapera  com o chefe da Eletrobras do estado do Piaui onde foi cadastrado no programa luz para todos as localidades faustino, pé do morro, volta do rio, bela vista, baixa da areia, novo estado, mucambo, unha de gato, laranja e tingui, e a informação que o mesmo passou é que vai ser beneficiado em breve mais dezessete famílias, o presidente da Eletrobras  autorizou o representante do luz para todos vir a Elesbão Veloso fazer o projeto de todas essas localidades e assim que chegar recursos colocará em prática. Ordem do dia: primeira e única discussão e votação de uma sugestão para ser incluída ao projeto de lei nº 005/2018, do poder executivo municipal. O senhor francisco bezerra lima, fez o pedido oralmente na audiência pública realizada pela câmara municipal para discutir as melhores formas de mudanças nos limites urbanos de Elesbão Veloso, o mesmo sugeriu que os proprietários dos limites urbanos de Elesbão Veloso tenham o direito a escolher se querem que seus terrenos sejam urbanos ou rurais. Depois de discutida e analisada foi votada com o seguinte resultado: a referida sugestão foi reprovada por unanimidade dos votos válidos. E nada mais havendo a tratar, o senhor presidente declarou encerrada a sessão. E para constar, lavrou-se a presente ata, que depois de lida e achada em conforme, vai assinada por todos os vereadores que dela participaram.

Nenhum comentário:
Write comentários