quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Ata da 43ª Sessão da 15ª Legislatura da Câmara de Elesbão Veloso - 01-08-2014

 

Câmara Municipal passou por reforma durante o mês de julho

Ata da quadragésima terceira  sessão ordinária da décima quinta legislatura da câmara municipal de Elesbão Veloso, Piauí, realizada às vinte horas do dia primeiro de agosto  de dois mil e quatorze em sua sede, à avenida Benício Alves, 359, centro, sob a presidência do vereador Gonçalo Portela Moura e com o comparecimento dos vereadores: Antônio de Sousa Barbosa; Cícero Marcos de Oliveira; Elizeth Gomes Vieira Cavalcante; Fernando Marcos  Moura Vilarinho; Genival Santos da Silva; Marcos Tácio Lopes de farias; Paulo Ferreira de França e Valmir Clarindo Salgueiro da Silva.

Havendo número legal o senhor presidente declarou aberta a sessão. Em seguida o secretário da mesa efetuou a leitura da ata anterior que foi aprovada sem observação e por unanimidade dos votos. Expediente do dia: leitura do ofício nº 024/2014 da CMEV para PMEV; leitura de 02 (dois) ofícios da CODEVASF para o presidente da CMEV; leitura do ofício nº 78/2014 da promotora de Elesbão Veloso para CMEV; leitura do ofício nº 226/2014 do procurador da república para a CMEV; leitura de 10 (dez) comunicados do ministério da educação para PMEV; leitura de 18 (dezoito) telegramas do ministério da saúde para CMEV; leitura do convite dos festejos da santa helena para todos os vereadores.  Prosseguindo a sessão, o presidente concedeu a palavra aos vereadores inscritos para a oratória.

O vereador Paulo França, falou sobre o atendimento da secretaria de saúde a respeito do exame do pezinho, o mesmo não é feito da maneira adequada, pede que seja tomado providências para resolver o problema. Cobrou da secretaria de infraestrutura para que não permitam a colocação de material em vias públicas, citou a rua Raimundo Flor no bairro Matias que segundo os moradores estão colocando materiais em áreas inadequadas causando transtorno. Falou de um assunto que considera de grande relevância, quer saber o motivo do não pagamento de um terço de férias que é pago aos professores e que até o momento não receberam o que lhe é de direito, também pede informações se o município está se organizando para adequar-se ao plano de resíduo sólido, pois até o momento não ouviu falar de nenhum encaminhamento a esse respeito, e de que forma o município pretende cumprir a essa norma. 

O vereador Antônio Barbosa reivindicou novamente o abastecimento de água da comunidade lilás, a população solicita do poder executivo que melhore esse serviço, reivindica também uma tampa para a caixa d’agua e a base para suspensão da mesma, a reposição de postes, pois os que lá existem são de madeira e pede melhorias na iluminação pública da localidade banguê. Solicita informações do encaminhamento feito pela promotora no mês de maio, sobre o trânsito em nossa cidade. Gostaria de saber o porquê do não pagamento de um terço de férias que é pago aos professores, pois se foi mudado o sistema para receber, então que os professores sejam comunicados. 

A vereadora Elizeth Gomes, fez uma sugestão ao responsável do centro de convenção de idosos de Elesbão Veloso, para se fazer mais atividades físicas realizadas por um profissional competente, é uma forma de proporcionar o bem estar, gerar saúde e aumentar a qualidade de vida para esses idosos, é também uma forma de combater várias doenças.

O vereador Valmir Salgueiro, questionou sobre a emissão da carteira de trabalho  em nosso município, e porque Elesbão Veloso  não pode emitir essa carteira, pois para tirar em Teresina é uma mão-de-obra muito grande, já foi falado outras vezes desse assunto mas,  nada foi resolvido, gostaria de saber quem é a pessoa responsável pelo setor  e porque não se resolve essa questão, porque muitas vezes é tirado a vaga do carro de uma pessoa que estar doente  para dar uma pessoa que vai tirar uma carteira de identidade. Falou a respeito do não pagamento do terço de férias dos professores, pois o órgão que deveria ser fiscalizador é o primeiro a avacalhar, já que iria fazer mudança tinha que comunicar para os professores não serem pegos de surpresa. Parabenizou a reforma feita na Câmara Municipal. Ordem do dia: não há matéria.

E nada mais havendo a tratar, o senhor presidente declarou encerrada a sessão. E para constar, lavrou-se a presente ata, que depois de lida e achada em conforme, vai assinada por todos os vereadores que dela participaram.

Nenhum comentário:
Write comentários